9 Dicas sobre saúde bucal do bebê antes dos dentes

Foto: Amanda Oliveira

Recomendações baseadas nas evidências científicas mais atuais para que você possa cuidar da saúde bucal do seu bebê de forma consciente e sem neuras.

  1. Antes do bebê ter dentes não é necessário limpar com gaze nem fraldinha após as mamadas (tanto leite materno quanto fórmula), pois não há evidência científica que suporte essa conduta.
  2. A saliva possui função de limpeza e as superfícies orais (como rodetes gengivais, palato, lábio, parte interna da bochecha) descamam e isso dificulta a organização de microorganismos. 
  3. Além disso, bebês amamentados perderiam o benefício da presença das imunoglobulinas do leite materno nas superfícies orais se fosse feita a remoção após todas as mamadas.
  4. Cárie só acontece em superfície dura (dente).
  5. Recomendar a remoção do leite após as mamadas é uma conduta ultrapassada, que não está baseada em evidências, além de ser algo que não é compatível com a evolução da espécie humana. Os nossos antepassados não faziam esse tipo de limpeza.
  6. Além disso, levar objetos como gaze, fralda e água à boca do bebê pode causar algum tipo de contaminação e riscos à saúde do bebê, que tem o sistema imunológico ainda frágil.
  7. Como se sabe, até 6 meses o bebê deve receber somente leite materno.
  8. Nesta fase que precede o nascimento dos dentes, dedeiras e mordedores podem ser usados para massagear e coçar a gengiva.
  9. Não é recomendado o uso de funchicória e anestésicos orais.

Os cuidados com a saúde bucal começam antes mesmo do nascimento dos dentes. A amamentação exclusiva é uma grande aliada.

[Para a fase após o nascimento dos dentes, leia: Qual a Melhor Maneira de Cuidar dos Dentinhos do Bebê?]

[Leia também: Leite Materno Não Causa Cárie]


Por Amanda Oliveira, mãe dos gêmeos Benjamim e Joaquim, odontopediatra e pós-graduanda em aleitamento materno.

Você pode acompanhar o seu trabalho no perfil do Instagram @sorriremamar.

1 comment

Add Yours

Deixe uma resposta