Qual o remédio mais eficaz para aumentar a produção de leite?

O remédio mais eficaz para aumentar a produção de leite é a informação
Foto: Elisa Elsie – Duas Estúdio

O remédio mais eficaz para aumentar a produção de leite é a informação!

Pra começo de conversa, não precisamos produzir muito leite, basta produzir o suficiente. E isso independe do tamanho do seio antes, durante ou depois da gravidez; se após a apojadura o peito enche e fica duro, vaza, jorra; se quando ordenhamos na mão ou na bomba sai X ou Y ml; independe das experiências anteriores das mulheres da família, da quantidade de líquido que ingerimos ou de canjica que comemos.

Alcançar uma produção adequada só é possível por meio da prática da livre demanda, sem uso de bicos artificiais e fórmula, com uma pega e posição corretas do bebê ao mamar.

A informação não nos deixará enlouquecer diante do choro frequente do bebê, por querer estar sempre no peito ou colo, porque entenderemos que faz parte do processo normal de adaptação à vida extrauterina.

A informação não nos permitirá cair na conversa dos palpiteiros, no mito do leite fraco, do bebê da amiga da vizinha que dorme a noite toda sozinho no berço desde sempre, na mamadeira “fortificada” pra mãe descansar, na chupeta porque sugar o seio se não for pra comer não pode.

A informação nos dará a firmeza necessária pra bater de frente com pediatra desatualizado que coloca a balança no pedestal e não respeita a individualidade do bebê, seu biotipo e genética. Nos fará ignorar recomendações do tipo “só pode amamentar de 3 em 3 horas”, “não pode dormir no peito que mal acostuma”, “não precisa continuar amamentando depois dos 6, 12 ou 18 meses porque o leite vira água”, “seu leite não sustenta”, “tem que dar o leite tal ou qual pro bebê ganhar X g por dia”.

A informação nos fará entender as diferentes etapas do desenvolvimento infantil, a regulação da produção em determinado ponto, e não nos desesperaremos achando que o leite está secando, que já não alimenta, que o bebê chora, demanda mais atenção e se desperta com maior frequência porque tá passando fome ou está “mimado”.

A informação nos ajudará a continuar quando o emocional fraquejar. Nos dará a convicção de que o fundamental não é aumentar a produção de leite, mas a nossa autoconfiança. De que somos suficientes para os nossos bebês, assim como o leite que produzimos na medida certa das suas necessidades. Nem mais, nem menos.

Por Gabrielle Gimenez @gabicbs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.