Os despertares noturnos do bebê são por culpa do peito?

Foto: Júlia Costa
Foto: Júlia Costa

Há várias razões pelas quais um bebê ou criança pequena acorda à noite: fome, sede, imaturidade do sistema nervoso, alguma dor física, necessidade de reafirmar que a mãe está próxima, estão entre as mais comuns. E curiosamente (ou não) o peito serve para resolver todos esses problemas e ajuda o bebê a voltar a dormir sem despertar completamente.

Eles não acordam por causa do peito, mas o peito é a ferramenta com a qual as mulheres são naturalmente equipadas para solucionar os despertares noturnos sem muito deslocamento.

A amamentação noturna e a cama compartilhada praticada de forma segura permitem que a mãe administre as noites da maneira mais fisiológica e menos agitada possível. As mamadas noturnas, além de colaborarem com o crescimento ótimo do bebê, permitem alcançar bons níveis de produção de leite a partir do pico da Prolactina – hormônio responsável pela sua fabricação – que ocorre durante a madrugada.

Por outro lado, a amamentação noturna ajuda o bebê a voltar a dormir, dada a combinação de sucção como um mecanismo relaxante, juntamente com as altas concentrações de triptofano, um aminoácido essencial no leite materno que funciona como um indutor natural do sono.

Apesar de não conseguir sustentar um sono sem interrupções, a cama compartilhada também permite que a mãe cuide do bebê sem ter que se levantar ou ir de um cômodo para o outro, otimizando seu descanso. E está comprovado que as mães que dormem próximas aos seus bebês amamentam por mais tempo do que as que não o fazem.

Os despertares noturnos são um evento de maturação que atravessa a grande maioria dos bebês e crianças pequenas e que, por volta dos 3 anos, sejam amamentados ou não, em geral, diminuem ou desaparecem.

Acreditar que uma mamadeira resolverá esta situação é não entender as causas por trás desses despertares noturnos. Algumas mães que amamentam descobriram que dar a mamadeira à noite para fazer o bebê dormir mais não mudou nada. Outras mães que não amamentam e dão apenas mamadeira também passaram pelos despertares noturnos de seus bebês.

Muitas mães estão inclinadas a fazer um desmame noturno. Às vezes, esses desmames não melhoram os despertares em nada e, por vezes, correspondem a uma diminuição destes, mas é importante considerar a idade das crianças neste momento e entender que possivelmente a redução dos despertares também tem a ver com que esses bebês estavam madurativamente prontos para que essa redução ocorresse naturalmente.

Texto de Vanina Schoijett @duermetehannibal

Tradução de Gabrielle Gimenez @gabicbs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.