Browse by:
Perturbação na amamentação. Agitação na amamentação.

Você sabe o que é perturbação na amamentação?

A perturbação ou agitação na amamentação é um sentimento de aversão ao ato de sugar o seio, que leva a mulher a querer afastar a criança que está mamando imediatamente de si. A razão pela qual as mulheres experimentam isto não é totalmente conhecida. Não se trata de um sentimento racional, não envolve dor, apenas um desejo muito forte de fugir da situação, que pode oscilar entre a irritação e a raiva, ou uma sensação de arrepio ou comichão na pele (YATE, 2017¹).

Amamentação prolongada. Eixo intestino-cérebro. Microbioma. Leite Materno.

Um fato importante sobre amamentação prolongada que você precisa saber

Cheio de gorduras saudáveis, vitaminas e minerais, o leite materno é o alimento perfeito para construir os componentes celulares do intestino e do cérebro e fornecer combustível para seu ótimo funcionamento. Mas, há muito mais sobre o leite materno que havia sido negligenciado até agora. O ingrediente não mais secreto necessário para o desenvolvimento do intestino e do cérebro, o motivo pelo qual a amamentação prolongada é tão importante é: MICRÓBIOS!

A verdade por trás do "eu não tive leite"

A realidade por trás do “eu não tive leite”

“Eu não tive leite” está para a amamentação assim como “eu não tive dilatação” está para o parto. A frequência com que escutamos estas sentenças, longe de ser uma constatação de algum problema genético próprio do nosso tempo, revela o quão longe estamos como mulheres do auto-conhecimento e da consciência do poder que possuímos.

Amamentar é uma questão de fé

Amamentar é uma questão de fé

Porque nem sempre o leite que produzimos será visível. E o volume extraído que tratamos de medir, correspondente à nossa capacidade real de produção. É preciso crer, mesmo sem ver, no mecanismo da amamentação, na sua fisiologia perfeita que nos acompanha desde o surgimento da humanidade e que nos trouxe até aqui. Nossa autoconfiança e tranquilidade permitirão que os hormônios envolvidos na amamentação atuem de forma eficaz, sem empecilhos.

Leite gorduroso. Teor de gordura no leite. Leite anterior. Leite posterior. Lactase. Fezes esverdeadas.

Fezes esverdeadas significam baixa ingestão de leite posterior?

Assim, as fezes verdes não são o único sintoma de “não receber suficiente gordura”. Um bebê que não está recebendo suficiente gordura é ranço, gasoso, mostra poucos sinais de estar satisfeito e, provavelmente, tem assaduras, fezes verdes e líquidas. Esses bebês precisam ver alguém com conhecimento sobre amamentação. Outros bebês com fezes verdes só têm fezes verdes mesmo.